Skip to content

A Profecia (2006)

28/10/2009

omen

A Profecia por Pedro Sampaio

“Pedro, se você não quer ver filme ruim, por quê diabos aluga isso??”.

Cheguei em um ponto aonde nem eu sei mais. Talvez na esperança de achar um outro Madrugada dos Mortos, sei lá… O fato é que muito raramente ando pegando filmes que espero pouco e me surpreendendo positivamente. Ou talvez seja puramente um lado masoquista.

O filme é um remake do clássico da década de 70, contando desta vez com Julia Stiles e Liev Schreiber como protagonista e um elenco de coadjuvantes de primeira, com direito a Mia Farrow. Pelo jeito o único objetivo desse remake foi lançá-lo no dia 6/6/2006 por causa do 666 e tal.

Filme extremamente mal-feito e mal-interpretado. Todos estão péssimos! Julia Stiles está vergonhosa, e até Mia Farrow está risível. O garoto que faz o capeta então… Raríssimas vezes vi atuações infantis tão ruins e não-convincentes, concorrendo apenas com alguns atores-mirins globais. O menino não bota medo nem na Girafa do Madagascar.

O filme é ainda mais ridículo se comparado ao seu original aonde, além de muito bem interpretado, transmite um clima de suspense e… bizarrice, muito bem bolados.
A nova versão, apesar de se passar em 2006, não muda sequer o figurino. A babá que suicida é a mesma roupa da babá da versão antiga, assim como a da nova babá. Meio inadequado não? O garoto idem: as mesmas roupas do menino rico dos anos 70.

Direção do filme é bem pobre, sem criatividade ou competência para criar algum clima (de suspense, terror ou qualquer coisa que seja). A fotografia é regular e tenta fazer um uso da cor vermelha como marca do mal, o que acaba sendo uma estratégia um tanto boba.

Enfim, nada que salve, nem a trilha sonora. O lado bom é que dá para dar umas risadas, como nos bons e velhos filmes trashs. Só que dessa vez eu acho que não era essa a intenção.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. Lucas Veloso permalink
    28/10/2009 5:14 PM

    “O único objetivo desse remake foi lançá-lo no dia 6/6/2006 por causa do 666 e tal.”

    Cruel, mas verdadeiro.

    Eu nem animei de ver esse filme não.. o original é um clássico do terror. A cena da babá (no original) é de gelar os ossos.. esses remakes tinham que parar, a n ser quando têm algo a acrescentar, que não parece ser o caso aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: