Skip to content

O Fim da Escuridão

05/02/2010

O Fim da Escuridão – por Lucas Veloso

Mel Gibson está de volta! E do lado de cá das câmeras! Yay! Tem mais alguém empolgado? OK, agora, sejamos tão imparciais quanto possível… a história é a mesma de sempre, alguém sacaneou com o cara errado (é o Mel Gibson, cara.. tá doido?), mataram sua filha única, e agora é hora do velho policial sair à caça dos pobres coitados. Mel Gibson cria um personagem interessante, pois senti pela sua perda, mas nunca senti pena dele diretamente. É como se a sua total falta de autopiedade nos proibisse de fazê-lo. A história vai se desenrolando em vários níveis, e o que começa como um crime supostamente simples dá lugar a uma elaborada conspiração. Nesse ponto, o filme me lembrou de um videogame! Sim.. Max Payne, de 2001, onde um policial sai em busca de vingança pela família e acaba topando com uma grande empresa. Outra referência seria Desejo de Matar, do mestre Bronson. No fim, é violência até a última bala, e você acha que entrou num filme de ação dos anos 80… o elenco é interessante, e contém o “Beowulf” Ray Winstone e Danny Huston. Acho que nesse início de século, há duas categorias para ex-astros da ação idosos que estão tentando voltar. Os que estão mandando bem, e os que não estão. Mel conseguiu entrar na primeira. Mas por pouco.. um pouco mais de esforço na próxima, talvez?

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: