Skip to content

The Legend of Bruce Lee

22/03/2011

The Legend of Bruce Lee – por Lucas Veloso

Em 2008, uma série contando a vida de Bruce Lee foi feita para o público chinês. Grande sucesso, durou 50 capítulos (!), mas inexplicavelmente, a série não se espalhou ao redor do mundo. Você até consegue baixar os episódios, mas pode esquecer de legendas. Até o momento, não existem. Recentemente, foi lançado nos E.U.A um DVD com uma espécie de compacto dos melhores momentos, três horas da série editadas em forma de filme. Foi a essa versão que tive acesso…

Com a proposta nada inédita de recontar a vida de Bruce Lee, essa série não tem o esmero histórico ou técnico de “Dragão“, a cinebiografia “oficial” americana. O que mais vemos aqui são carros, roupas e objetos modernos misturados a outros que são típicos dos anos 60 ou 70. Esses desleixos pontuam também a esquisita edição do filme, que parece ter escolhido irregularmente quais momentos apresentar (convenhamos, 50 episódios em 3 horas não é tarefa fácil!), então a primeira parte do filme é lenta, não se apressa em contar a história, e na parte final, parece que pisaram no acelerador, e momentos relevantes duram segundos, apenas. Deixando os deslizes de lado, o que se sustenta?

As cenas de luta são extremamente bem-feitas. Podem argumentar se o estilo “wire-fu” se adequa à filosofia de luta de Bruce Lee (vou facilitar, não se adequa), mas seja como for, são bem divertidas de se assistir, e ajudam as três horas a passarem mais depressa. O ator Danny Chan é um achado. Conforme já tínhamos visto em “Shaolin Soccer“, ele é o melhor sósia de Bruce nos últimos tempos, e acerta direitinho nos maneirismos e movimentos. Quanto à voz não sei, pois a versão que vi era uma horrorosa dublagem em inglês. Os atores coadjuvantes parecem meio amadores e os lutadores/atores/celebridades que aparecem, dão seu recado, lutam e logo saem de cena. Legais também as cenas nos Estados Unidos, Itália e Tailândia, filmadas em locação! Nada mal, pra uma série de orçamento restrito.

Por fim, a impressão que fica é que a série tem muito mais o propósito de divertir do que ser um documento histórico. E celebrar a arte de Bruce, o que faz muito bem, sempre remetendo a seus ensinamentos e mostrando a gênese do Jeet Kune Do. Há uma certa mistura de inocência e desprendimento ao não tentar esconder os defeitos, como os já citados objetos modernos aparecendo nos anos 60. Gostaria de um dia, poder conferir a série completa, mas como está já dá para os fãs terem uma ideia…

Assistam agora ao trailer estendido e sua colcha de retalhos musical:

E leia mais sobre Bruce Lee!

Especial Bruce Lee

70 anos de Bruce Lee

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. thiago permalink
    05/05/2016 5:03 PM

    Tem todos os episódios dublados em português no Netflix. A série é legal, apesar de ser uma produção de baixo orçamento e com semi-atores, ela é capaz de divertir e lhe prender em todos os episódios.

  2. José Elcides da Cunha Pires permalink
    24/06/2016 6:23 PM

    Em série a netflix tens o meu parabéns……………..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: