Skip to content

Velozes e Furiosos 5: Operação Rio

07/05/2011

Velozes e Furiosos 5: Operação Rio – por Lucas Veloso

Bom, vamos deixar bem claro uma coisa: apesar do nome, esse NÃO é mais um exemplar da série “Velozes e Furiosos”. Não dizendo que seja indigno do nome, mas é que a estrutura do filme muda tanto, que seria mais prudente arrumar um novo nome. Que tal “11 Homens e um Carreto”, ou “Toretto´s Eleven (no caso Six)”? Porque da velha franquia de tuning e corridas de carros, não sobrou muita coisa. Nunca fui adepto desse tipo de coisa, mas devo admitir que era uma grande parte do diferencial de Velozes. Nesse novo esquema, Dominic Toretto (Vin Diesel) e Brian O´Conner (Paul Walker) agora fazem “serviços”. O que der mais grana, é esse mesmo. E com isso, eles vem parar no Rio de Janeiro, onde aparece a oportunidade de roubar de um figurão do crime local (Joaquim de Almeida, muito bem no papel). Atrás deles, vem o incansável agente Luke Hobbs (The Rock, ou Dwayne Johnson, se preferir). Bom, diferenças de estrutura à parte, os atores são os mesmos, e ocorre um pouco de desenvolvimento de personagem, então para esse tipo de filme, já é algo a se comemorar. Engraçado é que Walker e Diesel, para mim, nunca parecem à vontade um com o outro. Sua amizade soa forçada, depois de dois filmes com um perseguindo o outro. A ação, por outro lado, é pra lá de autêntica. Tirando alguns exageros que estão mais pra “Triplo X” do que pra “Velozes”, as cenas de ação são sólidas e alucinantes. E não se engane, apesar de ser um filme longo, existem várias. Sobre o Rio… bem, as cenas filmadas no Rio obviamente parecem que foram filmadas no Rio, e as que foram filmadas em Porto Rico são diferentes, mas se encaixam no filme sem saltar muito aos olhos. Agora, já o ataque ao trem…. humm… digamos que não conheço nenhum lugar no Brasil com um trem chique daqueles, e com aparência de Velho Oeste. No fim, dá um alívio, porque apesar de não terem acertado 100%, os cineastas americanos estão melhorando nisso. Podia ser bem pior. Lembra de “Anaconda”? Não lembra? É melhor assim, então.

Leia também: Velozes e Furiosos 1 e 4.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: