Skip to content

Arizona Nunca Mais

10/07/2012

Arizona Nunca Mais – por Lucas Veloso

Esse é o meu filme preferido dos irmãos Coen. Foi apenas o segundo filme deles, mas já se via grande parte do que viria a se tornar marcas registradas em trabalhos futuros: personagens bizarros, diálogos rebuscados, e tramas insanas. Aqui, Nicolas Cage é H.I McDunnough (ou apenas “Hi”), um incorrigível ladrão que acaba se apaixonando pela policial Edwina (ou “Ed”), interpretada por Holly Hunter, e por sua amada, resolve se endireitar. A coisa complica quando o casal descobre que Edwina é estéril, e ao mesmo tempo um ricaço local tem quíntuplos, o que faz as engrenagens na cabeça dos dois girarem… por que uns devem ter tanto, enquanto outros não tem nada? É daquele tipo de comédia que parece existir num universo paralelo, onde todas as pessoas são bizarras, e tem confusão atrás de confusão, você mal tem tempo para se recompor quando surge a próxima maluquice. Nicolas Cage entrega uma de suas melhores performances. A maior parte do humor vem do olhar de cachorro tristonho de Hi diante das situações ultrajantes a que é exposto. O elenco de coadjuvantes também é bacana: tem John Goodman e Frances McDormand, além do grandão Randall “Tex” Cobb no papel de um motoqueiro podrão que parece saído direto de uma história em quadrinhos. E para quem gosta de bebês fofos, o filme é um prato cheio: são cinco deles, e todos “atuam” muito bem. Altamente recomendado.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: