Skip to content

Demolidor – O Homem sem Medo

21/09/2012

Demolidor – O Homem sem Medo – por Lucas Veloso

Mais uma adaptação dos quadrinhos da Marvel, “Demolidor” foi a primeira tentativa do estúdio de explorar um personagem mais lado B da editora depois do sucesso de X-Men e Homem-Aranha. Embora tenha uma base de fãs fiel, o Demolidor é muito mais um anti-herói angustiado do que um super-herói, como os já citados. Matt Murdock é um advogado em “Hell’s Kitchen”, um bairro barra-pesada de NY. Na infância, sofreu um acidente que tirou sua visão mas que ampliou seus demais sentidos de forma sobre-humana. Agora, de dia ele defende os inocentes no tribunal, seguindo a lei. Mas à noite, ele se veste como o vigilante mascarado Demolidor, e pune aqueles que a lei não consegue alcançar. A ideia toda de um herói cego já dá uma dinâmica diferente à história, e embora o filme seja criticado duramente por ter escalado Ben Affleck pro papel, acho que ele está bem aqui. Eu acredito na dor de seu Matt Murdock. E isso ajuda quando surge Elektra, interpretada por Jennifer Garner. Também uma alma angustiada, ela encontra respaldo em Matt, e os dois se apaixonam. Mas a alegria não vai durar. O pai de Elektra, um figurão, foi marcado pelo Rei do Crime, o gangster que comanda o mundo do crime em NY, papel do saudoso Michael Clarke Duncan. Para fazer o serviço, surge o Mercenário (Bullseye), Colin Farrell numa performance alucinante. Todos eles se envolvem numa trama de lutas e assassinatos, que só pode terminar na torre do Rei do Crime, num combate mano-a-mano. Sinceramente, não entendo porque tanta gente detona esse filme: é um filme decente, que adapta bem a atmosfera dos quadrinhos, especialmente aqueles criados por Frank Miller, tem boas cenas de ação, e os atores estão bem. Atenção para Jon Favreau, ator e futuro diretor dos filmes do Homem-de-Ferro, no papel de Franklin Nelson, melhor amigo de Matt. Minha queixa fica por conta dos efeitos especiais, sempre eles. Em alguns momentos, o “bonecão digital” do Demolidor fica simplesmente pavoroso, e não ajuda a cena a fluir. Mas fora isso, é um filme que segura bem a onda, e traz uma abordagem dark e bela para um romance de ação entre super-heróis.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: