Skip to content

O Príncipe do Deserto

10/05/2013

black gold

O Príncipe do Deserto – por Lucas Veloso canecacanecacaneca

Um filme que passou completamente despercebido pelo meu radar, mas do qual acabei ouvindo falar. “O Príncipe do Deserto” trata do descobrimento de petróleo na Arábia Saudita nos anos 1930, o que deu início à era dos xeiques super-milionários. O descobrimento do tal “ouro negro” acaba colocando em conflito dois líderes, um emir interpretado por Antonio Banderas (sim, um espanhol) e um sultão, interpretado por Mark Strong (sim, um inglês). O filho do sultão, o jovem príncipe Auda, envolvido num complicado jogo político entre os dois homens, precisa decidir de que lado quer ficar, e se tornará um grande líder no processo. O filme tem questões políticas e diplomáticas bem cansativas, mas no fundo, é uma cativante história sobre honra e lealdade. O diretor Jean-Jacques Annaud, por sua vez, invoca David Lean nas deslumbrantes tomadas de guerra no deserto e na impecável recriação de época. Os dois líderes já citados carregam o filme: Banderas empresta seu carisma latino a um sujeito que, interpretado por um qualquer poderia se tornar antipático, insuportável. Mark Strong tem uma dignidade tremenda integrada à sua pessoa, e passa isso ao seu personagem. Tahar Rahim, ator que faz o príncipe, é quem mais passa por mudanças ao longo do filme, mas sua atuação é correta, nada estelar. No geral, um filme mediano filmado de forma belíssima sobre uma interessante história. Que tal?

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: