Skip to content

Logan

02/03/2017

logan

Logan – por Lucas Veloso canecacanecacanecacaneca

Pois é, então é isso: depois de 17 anos enfrentando mutantes megalomaníacos, amnésia, uma fúria assassina e roteiros ocasionalmente questionáveis, é hora de Hugh Jackman se despedir do personagem de Logan/Wolverine. E sua despedida não poderia ser mais espetacular: com muito sangue e garras. Nesse filme, Logan está beirando os 200 anos, seu fator de cura já não funciona mais tão bem, demorando mais para se curar, e ainda tem que cuidar de um Professor Xavier senil. Como pontuam muito bem em determinado momento, “a mente dele foi classificada como uma arma de destruição em massa… e está se degenerando”. Parece perigoso? E é. É nesse contexto turbulento que surge a pequena Laura, uma misteriosa nova mutante que parece ter laços com o carcaju canadense. É então que ele vai ter que abandonar a marra, botar a menina e Xavier num carro e descobrir o que tá pegando. “Logan” é western, é road movie, é X-Men, é indie, é anos 80/90, tudo num só pacote. É o filme mais diferente dos mutantes até o momento, e até por isso, bem-vindo. Um filmaço mesmo, que transcende o rótulo de “filme de HQ”, e eu recomendaria até para quem não gosta de quadrinhos. A todos os fãs que queriam ver a fúria assassina de Wolverine, é agora ou nunca. Deixe-me colocar dessa forma: nunca as consequências do ataque das garras de adamantium ficaram tão óbvias na telona. Os atores fazem todos um grande trabalho, principalmente Hugh Jackman e Patrick Stewart no que pode ser a última vez em que interpretam esses personagens. A surpresa fica por conta da jovem Dafne Keen, a Laura, que interpreta um papel difícil com suavidade e força, e com zero afetação de ator mirim. O filme me lembrou as histórias solo de Wolverine nos anos 90, e isso é sempre bom, pois para mim, foi a melhor fase dele nas HQs. Estão todos de parabéns, principalmente o diretor James Mangold, que pôde trazer a qualidade de seu “Os Indomáveis”, que tinha ficado meio diluída em “Wolverine Imortal”, que ele também dirigiu. Resumindo tudo, ESSE é o filme do Wolverine que estávamos esperando, sem dúvida.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. 02/03/2017 3:54 PM

    Confesso que não estava muito animada para assistir Logan.
    Mas depois de ler sua crítica estou mudando de ideia!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: